04 June 2012

O Sabor do sangue: resenha do livro Agridoce de Simone O. Marques

Livro Agridoce de Simone O. Marques

Agridoce é muito mais que um livro sobre vampiros. É uma trama carregada de mistérios, ação, cenários interessantes e uma atmosfera tanto sobrenatural quanto policial.

Anya, a personagem central da obra, é uma estudante de gastronomia que mora em Florianópolis. E se descobre portadora de uma condição genética que lhe desperta a necessidade de sangue quando um agente misterioso a atrai para perto de si e a faz experimentar sensações que até então desconhecia.  Uma menina excessivamente recatada e superprotegida, que agora se vê jogada em uma realidade hostil e sobrenatural onde todos parecem ter seu papel definido, menos ela, que vivencia um pesadelo onde a normalidade não é uma opção.

Agridoce é o primeiro de quatro volumes que irão compor a saga. Não sei muito sobre os outros três volumes que virão, posso apenas especular, mas nesse primeiro volume há uma apresentação dos personagens e uma familiarização com o cenário e a dinâmica entre os portadores(vampiros) e outras pessoas ligadas a eles através de um laço sobrenatural. Que acredito, ser a estrutura necessária para dar continuidade a saga e trazer novos e fortes elementos ao enredo.



O livro surpreendente pela riqueza dos personagens e a forma na qual se relacionam, seja por amor, companheirismo ou ódio, todos estão presos à mesma situação mesmo que em posições opostas. A gama de personagens não-convencionais com preocupações e reações realistas ante aos acontecimentos é um fator particularmente impressionante. Do meu ponto de vista, não há bons e maus nessa trama, todos dão o melhor de si e partilham o fato de serem vítimas das circunstâncias. Nesse sentido, devo dizer que simpatizei com todos, pelo fato de eles serem construídos pouco a pouco e tamanha a proximidade que eles têm com pessoas comuns e por não tomarem atitudes radicais arbitrariamente, tudo tem seu tempo e razão.

A tradição do sangue
Apesar de centrada na temática vampírica, a autora trabalha com novos elementos nesse conhecido universo sobrenatural, hora fugindo de algumas características tradicionais, hora preservando-os, o que pode vir a macular a expectativa de leitores mais conservadores. Porém, o que posso adiantar é que cada vampiro tem suas próprias características e essas variações surgem de forma inteiramente natural, sem soar como uma revolução forçada e/ou carente de embasamento.

Considerações finais
A leitura é leve e de fácil compreensão, a transição entre cenários é constante, pois a trama é subdividida em diversos níveis que contribuem entre si e se conectam enriquecendo o todo. Os capítulos não são numerados e senti falta de um sumário, cada capítulo se inicia com uma palavra ou frase ligados ao texto a seguir. Também possui acabamento e a diagramação impecável, incluindo detalhes luxuosos e incomuns nos cantos das páginas.

A autora disponibilizou muito material que torna possível conhecer a obra, incluindo um preview(que eu recomendo), para tanto, recomendo visitar os seguintes links:
Preview http://livroagridoce.blogspot.com.br/p/preview.html
Release do livro http://anatomiadolivro.blogspot.com.br/2012/05/release-agridoce-simone-o-marques.html
Blog do livro http://livroagridoce.blogspot.com.br/
Blog da autora http://simoneomarques.blogspot.com.br/
Onde adquirir http://modoeditora.com.br/loja/lancamentos/agridoce


Título: Agridoce
Autora: Simone O.  Marques
ISBN: 978.85.65588.07-2
Capa: André Siqueira
Projeto Gráfico: Marina Avila
Revisão: Bianca Machado
Linha Literária: Romance Sobrenatural
Formato: 16 x 23 – 320 páginas

0 comentários:

Post a Comment